×

O aconchego e praticidade dos pisos laminados e vinílicos

Saiba mais detalhes sobre esses dois tipos de pisos na coluna de Marcella Iasbik e Adriane Verbena.

Publicado em 27/04/2020 | Por_Móveis para casa

Marcella Iasbik e Adriane Verbena

Marcella Iasbik concluiu a graduação em Engenharia Civil em 2016 pela FUPAC Ubá/MG. Logo após se formar, embarcou em um novo desafio e cursou Design de Interiores pelo IBDI, em São Paulo. Hoje, tem um escritório com sua mãe, Adriane, e atuam há 5 anos no mercado de arquitetura e interiores. Juntas, já desenvolveram projetos em MG, RJ, SP e GO.Adriane Verbena tem uma vasta experiência no ramo. Está no mercado há mais de 20 anos e já trabalhou em diversas lojas do setor moveleiro. Há 5 anos seguiu o seu caminho como decoradora e, neste momento, começou a parceria com a sua filha, Marcella.

Após alguns anos de colaboração, pode-se dizer que ambas são muito realizadas profissionalmente e fazem o seu trabalho com muito amor.

Como muitos sabem, a madeira é um elemento que garante sofisticação e aconchego quando o assunto é design de interiores. Porém, com o passar dos anos, as pessoas estão buscando cada vez mais praticidade e economia. Foi devido a essa demanda, que surgiram os pisos industrializados. Eles conquistaram o mercado, uma vez que causam o efeito de madeira, mas são bem mais fáceis de cuidar.

Hoje, há dois tipos de pisos industrializados que são muito procurados no mercado, são eles: laminados e vinílicos.

Os pisos laminados são aqueles compostos por derivados de madeira, como aglomerado e painel de madeira de alta densidade (HDF). Eles recebem um acabamento com estampas imitando madeira de forma muito real. Estas estampas são feitas de um material conhecido como laminado melamínico. No Brasil, este material é mais conhecido pelo nome de um dos seus principais fabricantes, a Fórmica.

Já o vinílico reúne materiais com base de PVC e também recebe um acabamento em estampas decorativas. O piso vinílico já é utilizado há anos, porém com o desenvolvimento de novas tecnologias e investimento em diferentes estampas, ele está ganhando cada vez mais espaço e atenção dos profissionais da decoração.

Ao comparar o piso laminado e o vinílico, há algumas diferenças importantes a serem notadas. Começando pela composição de cada um. O laminado é um piso feito por derivados de madeira, por isso, é um piso que não pode ter contato direto com água, pois pode causar mofos, insetos e também danificar o piso. O vinílico também não é resistente à água, mas os danos são um pouco menores, uma vez que seu principal componente é o PVC.

Outra comparação importante a ser feita é sobre um ruído bem característico do piso laminado, o famoso “toc toc”, que é uma espécie de som oco ao se caminhar sobre o piso. Este ruído já não é comum nos pisos vinílicos, o que é uma vantagem ao se comparar os dois revestimentos.

Ambos os pisos possuem fácil instalação, mas exigem mão de obra qualificada. A sua colocação é rápida e limpa, se comparada a um porcelanato, por exemplo. Já quando o assunto é facilidade de instalação, o laminado ganha do vinílico, pois o primeiro é rígido e o segundo é flexível. Levando para uma situação real, imagine a instalação sobre outro piso, cerâmica por exemplo. Como o laminado é rígido, ele não mostra as imperfeições do revestimento que está embaixo. Já o vinílico realça estas imperfeições, pois ele é fino e maleável. Então, caso seja feita a instalação do vinílico sobre outro piso, deve-se utilizar uma manta niveladora. Este caso também se aplica ao contrapiso. Este deve estar plano, seco e nivelado para receber o revestimento vinílico.

Após entender um pouco mais sobre as diferenças entre estes dois revestimentos, é importante entender porque eles conquistaram tanto o mercado e os profissionais do ramo. Estes dois tipos de pisos são a junção de beleza e praticidade, elementos que, juntos, formam uma combinação muito valorizada hoje em dia, pois as pessoas querem algo bonito, mas que seja fácil de cuidar e não exija uma manutenção constante. Além disso, existe a questão econômica. A madeira natural é linda e valoriza muito o ambiente, mas exige manutenção, cuidados específicos e possui um preço elevado, em comparação a estes revestimentos. Estes são os principais motivos pelos quais o laminado e o vinílico ganharam o coração de muitos consumidores.

Além de toda a questão estética e econômica, os pisos laminados e vinílicos garantem um aconchego especial ao ambiente. Eles são considerados pisos quentes, diferente das cerâmicas e dos porcelanatos, que são pisos frios. Por este motivo, eles são muito procurados para ambientes como, quartos, salas, home office, ambientes infantis, entre outros. Mas lembrem-se de nunca utilizar estes pisos em área molhadas, como cozinhas e banheiros.

Levando-se em consideração todas as suas vantagens, fica mais fácil de se entender porque tantos profissionais e consumidores optam por estes revestimentos. A tendência deste mercado é de crescer e inovar cada vez mais, além de novas tecnologias, inovar também nos acabamentos e estampas, buscando sempre acompanhar as novidades da decoração mundial.

FONTE IMAGENS: Duratex – www.duratexmadeira.com.br

O conteúdo dos textos das colunas do Portal são de inteira responsabilidade dos seus autores originais

Avalie esse post:
[Total: 3   Average: 3.7/5]

Siga nossa página no instagram e fique por dentro das novidades

@moveisparacasa.oficial
Colunistas

Cadastre-se para receber tudo sobre móveis

Você também pode se interessar por:

Cadeiras zero gravidade, ideais para relaxar

Móveis para crianças: itens que vão além do básico

Qual cadeira escolher para trabalhar em home office?