×

8 dicas para criar ambientes multifuncionais

Em um mundo onde o espaço é um recurso cada vez mais valioso, o conceito de ambientes multifuncionais ganha destaque. Confira dicas valiosas!

Publicado em 01/09/2023 | Por_Júlia Magalhães

Em um mundo onde o espaço é um recurso cada vez mais valioso, o conceito de ambientes multifuncionais ganha destaque. Afinal, à medida que nossas vidas se tornam mais dinâmicas e nossas casas mais compactas, aumenta a necessidade de otimizar o uso de cada centímetro quadrado.

A capacidade de aproveitar ao máximo cada canto da casa não apenas maximiza a funcionalidade, mas também cria uma sensação de amplitude, conforto e bem-estar. Para isso, dar usos adicionais a ambientes, não os limitando a suas funções tradicionais, é uma alternativa importante.

Pensando nisso, as plataformas especializadas em pequenas e médias reformas, Triider e habitissimo, dão 8 dicas para ajudar a concretizar a visão de espaços bem aproveitados e repletos de versatilidade. Confira e se inspire!  

1. Projeto 3D

A visualização é uma etapa crucial ao planejar ambientes multifuncionais. Com o auxílio de profissionais, você pode contar com projetos em 3D que oferecem uma representação realista do resultado. Isso permite fazer ajustes e tomar decisões informadas antes mesmo de iniciar a reforma.

Crédito: AdobeStock

2. Móveis sob medida

O segredo para aproveitar espaços ao máximo, muitas vezes, reside em móveis sob medida. Você terá um maior aproveitamento, a partir da estrutura do seu ambiente. Além disso, você poderá escolher os móveis conforme sua personalidade e gosto, deixando seu lar mais aconchegante e agradável. 

Crédito: AdobeStock

Leia também:
Espaços minúsculos da Hettich
Tendências para decoração para 2024

3. Divisórias inteligentes

Divisórias bem-planejadas podem criar zonas distintas em um único ambiente, sem comprometer a sensação de espaço. Estantes vazadas, painéis deslizantes ou biombos são maneiras eficazes de delimitar áreas funcionais.

Crédito: AdobeStock

4. Iluminação estratégica

A iluminação desempenha um papel crucial na definição de diferentes zonas dentro de ambientes multifuncionais. Uma boa estratégia de luz cria focos de interesse e delimita espaços, valorizando ainda mais a decoração e disposição dos móveis.

Crédito: AdobeStock

5. Otimização vertical

Em espaços pequenos, aproveitar paredes e tetos para armazenamento é uma abordagem inteligente. Prateleiras, ganchos e suportes de parede podem maximizar o uso vertical e liberar espaço no chão.

Crédito: Freepik

6. Móveis dobráveis e retráteis

Mesas que se dobram na parede ou camas retráteis, são soluções práticas para economizar espaço. Incorporar essas opções em seu projeto trará mais versatilidade e praticidade no seu dia a dia. 

Crédito: Multimóveis

7. Ambientes multizonas

Criar ambientes que atendam a diferentes funções é uma característica central dos ambientes multifuncionais. Profissionais da área podem sugerir layouts que integram salas de estar, escritórios em casa e áreas de refeições, maximizando a eficiência do espaço.

Crédito: Pinterest

8. Minimização inteligente

Ao criar espaços multifuncionais, a seleção cuidadosa de móveis e acessórios é essencial. Profissionais podem auxiliar na escolha de itens que se encaixem nas necessidades do espaço, evitando a sensação de excesso.

Crédito: Freepik

Avalie esse post:

Siga nossa página no instagram e fique por dentro das novidades

@moveisparacasa.oficial
Decoração

Cadastre-se para receber tudo sobre móveis

    Você também pode se interessar por:

    Tons de madeira em alta na decoração

    O que é e como ter uma casa inteligente

    Como incorporar o dourado no banheiro?