×

Dobradiças para móveis ganham amortecedores para sofisticação

Sistemas integrados de amortecimento evitam que portas batam e propiciam diferencial na abertura de portas com dobradiças

Publicado em 19/05/2020 | Por_Thiago Rodrigo

Antes de falar das dobradiças com amortecimento, é bom lembrar que as dobradiças foram uma das primeiras ferragens incorporadas ao mobiliário. Esse tipo de ferragem garante a abertura de portas de modo giratório (assim como sistemas de elevação ou articuladores).

Essas ferragens possuem diferentes tipos de abertura e ângulos que propiciam funcionalidade e design particulares. Ademais, o conforto também é algo que as dobradiças possuem como qualidade garantida ao mobiliário.

Dobradiças com amortecimento

Nesse sentido, uma tendência forte há alguns anos é o fechamento sem barulho. Isso seja em gavetas com corrediças, portas com dobradiças, portas deslizantes e, igualmente, portas articuladas (aquelas que elevam). Nisso entram os sistemas de amortecimento integrado na dobradiça que proporcionam um fechamento suave e silencioso.

Integrado na dobradiça porque há peças que podem ser incorporadas ao mobiliário e realizam essa função. Nesse caso, é ideal para móveis já projetados. Entretanto, para móveis novos a dobradiça com amortecimento integrado é a melhor opção. É uma sofisticação às dobradiças mais simples sem amortecimento integrado que seguem com alta demanda.

“A demanda por dobradiças com amortecimento está crescendo a cada dia, pois com a ampla variedade de modelos no mercado, os preços estão mais acessíveis e a exigência do consumidor por ter um produto com abertura suave tem aumentado o consumo”, afirma Tatiana Burigo, coordenadora de marketing de uma fabricante da ferragem.

Essas dobradiças mais simples são chamadas também de Caneco 26, suportam menos peso por causa do tamanho delas. As dobradiças de Caneco 35 são dobradiças mais robustas, que podem ter ou não amortecimento e que suportam portas maiores.

Também tem mais possibilidade de espessuras e tipos de materiais (9 mm a 32 mm de espessura, por exemplo) e podem ser usadas em MDF, perfis de alumínio ou coladas diretamente no vidro, o que varia conforme o projeto.

Dobradiças em baixa?

As dobradiças para móveis não estão em baixa. Sua versatilidade faz com que exista uma procura diferente, afinal, podem ser usadas em todos os ambientes e todos os tipos de móveis que você imaginar.

Ainda que exista uma corrente por gavetas em móveis de cozinha e portas de correr em quartos, por exemplo, melhorando a ergonomia do ambiente, as dobradiças sempre serão usadas, pois uma coisa não substitui, necessariamente, a outra. Isto é, cada produto tem uma aplicação e uso específico.

Dobradiça é economia

Abertura de móveis em ambientes comuns de casa, em geral, se faz de três maneiras: com gavetas, com portas deslizantes ou as já citadas giratórias. A última opção, portas giratórias, usa dobradiças ou articuladores para se abrir.

Nas cozinhas, não se encontra muitos armários largos como, por exemplo, roupeiros em dormitórios, que permitem escolher entre portas deslizantes ou com dobradiças. Dessa maneira, no ambiente da cozinha dominam gabinetes e armários suspensos.

Nos gabinetes a preferência, em geral, são gavetas, pois ao abrir se pode ver e alcançar direto o conteúdo. Nos armários suspensos, uma porta com dobradiça aberta pode proporcionar desconforto, pois pode bater a cabeça – por consequência entram os articuladores que, em geral, abrem as portas para cima e fora do alcance das cabeças. Igualmente, oferecem boa visualização e ótimo acesso ao conteúdo do armário.

Feito essa explanação, os móveis de cozinha mais sofisticados tem gavetas e articuladores e, onde há necessidade, dobradiças com sistema de amortecimento. Por outro lado, móveis de cozinha mais econômicos acabam por utilizar dobradiças de caneco, que é a solução mais econômica.

Avalie esse post:
[Total: 0   Average: 0/5]

Siga nossa página no instagram e fique por dentro das novidades

@moveisparacasa.oficial
Por dentro do móvel

Cadastre-se para receber tudo sobre móveis

Você também pode se interessar por:

Cadeiras zero gravidade, ideais para relaxar

Móveis para crianças: itens que vão além do básico

Qual cadeira escolher para trabalhar em home office?