×
Arquivo do Autor

Veja como o design de interiores impacta sua saúde e humor

Postado por Júlia Magalhães em 21/fev/2024 -

No ritmo acelerado da vida moderna, a casa se torna um refúgio vital para os indivíduos. É aqui que o design de interiores desempenha um papel crucial, impactando diretamente o bem-estar dos moradores ao promover conforto e melhorar a qualidade de vida. O especialista em neuroarquitetura, Lorí Crízel, ressalta a importância desse design, que vai além do visual, afetando significativamente a experiência e o conforto no lar.

Neuroarquitetura no design de interiores

Para aplicar efetivamente os princípios da neuroarquitetura nos espaços residenciais, Crízel compartilha orientações essenciais para uma melhor utilização dos espaços. Confira:

Iluminação natural e artificial

A iluminação desempenha um papel vital na regulação do ciclo biológico e no impacto direto sobre nosso humor e produtividade. É interessante maximizar a entrada de luz natural, garantindo amplos espaços envidraçados e cortinas leves. Quanto à iluminação artificial, a escolha cuidadosa da temperatura da cor da luz é essencial para criar ambientes confortáveis em diferentes momentos do dia, contribuindo para uma atmosfera mais agradável e acolhedora.

Cores e materiais

As cores têm o poder de influenciar nosso estado emocional e psicológico. Cores que fazem parte das paletas calmas são indicadas para quartos, promovendo relaxamento; e tons energizantes para áreas de trabalho, estimulando a criatividade. Além disso, a escolha de materiais naturais e texturas pode criar um ambiente acolhedor e restaurador, conectando os moradores à natureza mesmo dentro de casa.

Leia mais:
Cor do ano 2024: conheça a escolhida pela Pantone
Como usar o dourado na decoração

Espaços de descanso e atividade

Delimitar áreas de descanso e atividade é crucial. Dedicar um espaço do ambiente para ser usado em momentos de relaxamento ou de meditação, por exemplo, são estratégias simples para otimizar áreas de trabalho, maximizando a produtividade e reduzindo distrações por ter em mente a função de cada área.

Elementos naturais (biofilia)

Essa prática incentiva a incorporação de elementos naturais, como vegetação, ventilação, iluminação natural e cores inspiradas na natureza. Conhecida como biofilia, reduz o estresse e melhora o bem-estar geral, criando um ambiente mais equilibrado e harmonioso.

Organização e decluttering

Manter a casa organizada e livre de desordem é fundamental e promove a clareza mental, o que também ajuda a reduzir a ansiedade, proporcionando um ambiente mais tranquilo e agradável.

Qualidade acústica

A influência do som ambiente na qualidade de vida é muitas vezes subestimada. mas minimizar ruídos perturbadores e utilizar sons naturais ou música para criar uma atmosfera relaxante influencia na saúde e bem-estar das pessoas que ali habitam.

Personalização e espaço pessoal

Enfatizamos a importância de personalizar o espaço, incorporando arte, fotografias e objetos pessoais. “Deixar do seu jeito”, é uma forma de transformar uma casa em um lar envolvente que reflete a personalidade e as necessidades individuais, proporcionando um refúgio único e significativo.

Como usar o dourado na decoração

Postado por Júlia Magalhães em 06/fev/2024 -

O dourado na decoração se tornou uma tendência dominante no design de interiores, assim como na moda, destacando-se por sua capacidade de adicionar um toque de elegância e sofisticação de maneira versátil.

Estrategicamente posicionado como um ponto de cor, o dourado brilha especialmente quando aplicado de forma minimalista, mesclando-se perfeitamente com detalhes e materiais nobres como mármore e madeira.

A cor enriquece diversos elementos, desde tecidos e revestimentos de parede, até peças de mobiliário que capturam a atenção com seu acabamento brilhante, cada um contribuindo para criar uma sensação acolhedora e chique de gold chic.

Dourado na decoração

Inspire-se em exemplos práticos que incorporam mobiliário Ornare e ilustram a habilidade com que o dourado pode ser integrado aos espaços:

Linha Wall System

Doriselma Mariotto Goiana (Foto: Daniel Santo) com linha Wall System Ornare

O projeto assinado pela arquiteta Doriselma Mariotto nesta cobertura duplex em Goiânia utiliza a linha Wall System da Ornare para revestir o painel e luxuosas headboards com desenho elegante, acabamento em couro e ponteiras metalizadas em dourado.

Linha Manhattan

Projeto de Bruna Mokfa para Mostra Artefacto 2022 (Foto: Rodrigo Zorzi) com linha Manhattan Ornare

O universo geométrico e elegante do Art Déco com a exclusiva cozinha da Linha Manhattan, assinada por Bruna Mokfa para Mostra Artefacto 2022 apresenta uma proposta clean com toque neoclássico e moderno. Desenvolvida com a Linha Manhattan, a cozinha com acabamentos feitos à mão em linhas retas define a estética e personalidade do ambiente. A tonalidade branca incorpora elementos metálicos e os detalhes em dourado nas portas e puxadores trazem delicadeza e requinte.

Leia também:
Cor do ano 2024: conheça a escolhida pela Pantone

Linha Paris

Projeto de Pranothi Prabhakara nos Hamptons (Foto: Italo Boreggio) com linha Paris Ornare

A clássica cozinha branca da linha Paris foi escolhida por Pranothi Prabhakara para dar vida a este projeto nos Hamptons, representando a fusão perfeita entre o clássico e o contemporâneo, elevando o design a um patamar de exclusividade e requinte, onde cada detalhe é trabalhado meticulosamente transmitindo sofisticação, desde os traços decorativos até a pintura manual e a montagem artesanal de portas e esquadrias, o que torna cada produto verdadeiramente único. Os puxadores Gold da linha Stilo foram incorporados perfeitamente aos detalhes em dourado do ambiente. 

Linha Shaker

Projeto de N.2B Arquitetura (Foto: Carolina Mossin) com linha Shaker Ornare


A busca da união do clássico ao contemporâneo de forma inovadora foi a inspiração do estúdio N.2B Arquitetura para a edição 2023 da CasaCor Ribeirão Preto. A intenção foi combinar o charme atemporal das molduras retilíneas com um toque moderno e ousado, utilizando materiais de alta qualidade e tecnologia.

A cozinha apresenta estética elegante, com paredes e forros brancos, enfatizando a luminosidade e o frescor do ambiente e artesanato para compor a originalidade. Os armários da linha Shaker em folha de madeira natural escura, com suas molduras retilíneas e puxadores dourados da linha Stilo, acrescentam aconchego e sofisticação ao ambiente.

* Foto destaque: projeto de Deborah Roig (Foto: Luis Gomes) com linha Paris Ornare

Estilo contemporâneo: espaço aconchegante e sofisticado

Postado por Júlia Magalhães em 14/dez/2023 -

Quer transformar seu lar em um espaço aconchegante e sofisticado? Inspire-se neste projeto com estilo contemporâneo, idealizado para um casal clássico.

O arquiteto Felippe Comninos, à frente da Vale Arquitetura, em parceria com a arquiteta Adriana Marcassa Cotrin, do escritório Marcassa Cotrin, combinaram funcionalidade e estilo, criando um espaço social integrado perfeito para receber a família.

1. Aposte em tons neutros com toques de cor

Embora os tons neutros dominem, não subestime o poder de uma parede colorida. A parede marsala neste projeto oferece um contraste elegante, realçando o ambiente sem sobrecarregar.

Projeto dos arquitetos Felippe Comninos e Adriana Marcassa Cotrin | Crédito foto: Cauê Silvino

2. Móveis e texturas diversificadas

Os outros pontos de cor do projeto ficaram por conta dos móveis, que também buscaram incorporar texturas distintas ao ambiente: o sofá em tecido verde, as almofadas indianas costuradas à mão e o tapete de seda do Nepal. “Por mais que sejam coloridos e bem diferentes entre si, os itens conversam bem e se complementam”, ressalta Comninos.

Considere móveis com cores e texturas diferentes. Essa mistura enriquece o ambiente, tornando-o acolhedor e interessante

3. Integração de espaços para maior amplitude

Segundo o arquiteto, apesar do espaço de 80m², a planta do apartamento apresentava alguns desafios, sendo um deles encaixar a cozinha com as duas salas. Por conta disso, para dar a impressão de um espaço mais amplo, a solução encontrada pelos arquitetos foi utilizar a bancada da cozinha em ângulo.

Portanto, se o seu espaço é limitado, considere integrar ambientes como a cozinha, sala de jantar e estar. Uma bancada de cozinha em ângulo pode ser uma solução inteligente para otimizar o espaço e promover interações sociais.

Projeto dos arquitetos Felippe Comninos e Adriana Marcassa Cotrin | Crédito foto: Cauê Silvino

4. Invista em materiais de qualidade

O uso de mármore Branco Paraná Kronos e madeiras de qualidade não apenas eleva a estética do espaço, mas também traz uma sensação de aconchego. Escolha materiais que refletem seu estilo e garantem durabilidade.

5. Iluminação estratégica

A iluminação trouxe um importante toque para elevar o calor e o aconchego do apartamento. Para o projeto luminotécnico, Comninos destaca que a iluminação foi amplamente utilizada, mas ficou toda embutida e no frame, “quando olhamos de longe, não parece que tem uma luminária”, explica.

Com o objetivo de montar várias cenas e utilizações de luz no dia a dia, os arquitetos apostaram em circuitos diversos.

Uma iluminação bem planejada pode transformar completamente um espaço. Opte por soluções de iluminação embutidas e variadas para criar diferentes cenas e atmosferas em sua casa.

Projeto dos arquitetos Felippe Comninos e Adriana Marcassa Cotrin | Crédito foto: Cauê Silvino

Leia mais:
Cor do ano 2024: conheça a escolhida pela Pantone
Paleta de cores para 2024

6. Elementos de calor

Uma lareira a gás ou uma churrasqueira na sacada são excelentes adições para tornar o espaço mais acolhedor e perfeito para reuniões familiares.

Cor do ano 2024: conheça a escolhida pela Pantone

Postado por Júlia Magalhães em 08/dez/2023 -

A Pantone, renomada autoridade global em cores, revelou a sua escolha para a Cor do Ano 2024: PANTONE 13-1023 Peach Fuzz (Penugem de Pêssego). Este tom de pêssego, quente e acolhedor, não é apenas uma escolha estética, mas sim um reflexo do desejo coletivo por conforto e conexão humana em um mundo que está em constante mudança.

A diretora executiva do Pantone Color Institute, Leatrice Eiseman, descreve o Peach Fuzz como um tom aconchegante de pêssego, situado suavemente entre o rosa e o laranja. Ela o define como uma cor que “enriquece nossos espíritos e almas”, simbolizando um abraço de bondade e empatia. Segundo Eiseman, o Peach Fuzz evoca um ar de calma, oferecendo um espaço para ser, sentir, curar e florescer.

A escolha do Peach Fuzz é significativa, pois marca o 25º aniversário do programa Cor do Ano da Pantone. A cor representa uma mudança cultural em direção à valorização da conexão emocional e do design centrado no ser humano, destacando-se como um lembrete da importância do toque pessoal e do calor em um mundo dominado pela tecnologia e interações virtuais.

Dicas de decoração com a cor do ano 2024: Peach Fuzz

Acentos suaves: Utilize Peach Fuzz em almofadas, mantas ou cortinas para adicionar um toque de calor e aconchego ao ambiente.

Paredes convidativas: Pinte uma parede de destaque nesta cor para criar um espaço acolhedor e convidativo.

Combinações harmoniosas: Combine Peach Fuzz com tons neutros, como cinza ou bege, para um visual equilibrado.

Detalhes decorativos: Introduza a cor em objetos decorativos, como vasos, quadros ou tapetes, para um toque sutil e moderno.

Iluminação natural: Posicione itens na cor perto de fontes de luz natural para realçar a sua vivacidade e calor.

Tecidos e texturas: Explore diferentes texturas em tecidos nesta tonalidade para adicionar profundidade à decoração.

Crédito: Adobe Stock

Leia mais:
Paleta de cores para 2024
Revestimentos para casa repleto de personalidade

Peach Fuzz é mais do que uma cor; é um movimento em direção a um futuro que prioriza a conexão humana, a empatia e as alegrias simples da vida. Ao integrar esta cor na decoração de sua casa, você não só acompanhará uma tendência global, mas também criando um espaço que celebra o conforto, a calma e o bem-estar emocional.

Paleta de cores para 2024

Postado por Júlia Magalhães em 30/nov/2023 -

Ano novo, vida nova? A crença popular que acredita que o novo ano abre espaço para novas oportunidades, como uma folha em branco esperando para ser escrita com uma nova história, segue em alta. Neste sentido, as cores para 2024 surgem como uma possibilidade de redecorar ambientes.

Repaginar e readequar esses espaços tornou-se tendência entre os brasileiros. De acordo com estudo realizado pela Casa do Construtor e pela AGP Pesquisas, 63% dos entrevistados realizaram algum tipo de reforma nos últimos 12 meses, das quais, 62% destes, responderam que fizeram algum tipo de melhoria. Já as intervenções estéticas, como pintura, correspondem a 15% dos entrevistados. Curiosamente, os cômodos com mais obras e reformas são o quarto, o banheiro/lavabo e a área de lazer.

Para inspirar as futuras intervenções, a arquiteta da A.Yoshii elencou as principais tendências de cores para 2024. Todos os anos, as principais marcas de tinta e empresas de previsão de tendências, realizam estudos e pesquisas e publicam suas principais apostas para o ano que está por vir. 

A escolha da “Cor do Ano” costuma ser feita por um time de especialistas de diversos países e leva em consideração tendências de comportamento, estilo e, até mesmo, o cenário sócio-político. O anúncio serve de referência, uma vez que, reflete tendências de comportamento e preferências dos consumidores. Além disso, ele influencia produtos de consumo de design, moda, arquitetura e decoração de imóveis. 

A palavra de ordem é Conforto para a Suvinil Tintas

Conforto, da Suvinil | Foto: divulgação

O estudo “Suvinil Revela 2024+” publicou a principal paleta do ano de 2024. Subdivididos em cinco inspirações. Os grupos de cores dividem-se em tons rosados e beges (Silêncio); tons terrosos e acinzentados quentes (Terra); tonalidades esverdeadas e azuladas pastéis (Cura); tons marrons aquecidos (Tempo); e cores azul escuras e profundas (Infinito).

A Cor do Ano eleita, chama-se Conforto, e representa um azul claro, fresco e sereno, que remete aos tons do céu. “Essa tonalidade clara com pontos acinzentados, confere uma sensação mais fria, que equilibra com os tons quentes arenosos e marrons das demais paletas”, explica a arquiteta, Letícia Marin.

A própria Suvinil afirma que a cor Conforto é “um tom de azul ideal para trazer frescor para mentes aceleradas com todas as mudanças que estamos vivendo. É um tom natural, claro, desbotado, neutro e empoeirado tranquilizador e que ajuda a cultivar a paz interior, trazendo o descanso mental que tanto precisamos”.

Cores para 2024

O céu continua em alta: Sherwin-Williams aposta nos Confins do Céu

Confins do Céu, da Sherwin Williams | Foto: divulgação

A Cor do Ano da empresa norte-americana de tintas é a SW 6239, também conhecida como Confins do Céu. O azul claro, sereno e descomplicado – semelhante ao da Suvinil – também é a aposta da Sherwim-Williams. Evocando sensações de paz, calma e aconchego, a aposta de 2024 é um convite para desacelerar.

WGSN e Coloro apostam em cinco cores até 2025: Intense Rust, Midnight Plum, Sustained Grey, Cool Matcha e Apricot Crush

A autoridade global em tendências de consumo e design (WGSN) e a autoridade global em futuro da cor (Coloro) acabam de anunciar a paleta de cores que será adotada no biênio 2024/2025. São elas: Intense Rust, Midnight Plum, Sustained Grey, Cool Matcha e, a aposta principal, Apricot Crush. Segundo a estrategista de cores da WGSN, as escolhas “refletem a necessidade de estabilidade, escapismo e restauração”.

A Cor do Ano – Apricot Crush – é um laranja versátil e atemporal que perpassa por todos os setores de moda, beleza, design de interiores e tecnologia de consumo. Vibrante, estimulante, intenso e que lembra um tom coral, o Apricot Crush remete à saúde e ao bem-estar e visa inspirar o ano com esperança e positividade. Evocando restauração, frescor e energia. A cor Pantone 2024 é uma tonalidade vibrante e calorosa que está pronta para dominar o mundo da decoração, trazendo uma sensação de otimismo e vitalidade.

Já o Intense Rust é visto como uma cor-chave. Representando um marrom intenso, quente e rico, a tonalidade confere sensação de estabilidade. O Midnight Plum, por sua vez, é um roxo escuro intenso e misterioso, bem próximo ao preto, sendo uma cor vibrante, associada ao metaverso.

A dupla Sustained Grey e Cool Matcha traz a serenidade que o momento pede. O primeiro é um tom de cinza neutro, que representa praticidade e confiabilidade. Já o Cool Matcha é uma cor esverdeada pastel com propriedades relaxantes.

Leia também:
Tendências para decoração para 2024

A vez do verde: Graham & Brown aposta na Viridis

A renomada empresa de design de interiores tradicional na Inglaterra selecionou a cor Viridis como sua aposta para 2024. O tom de verde suave foi selecionado para criar um espaço caloroso e acolhedor, representando as férteis colinas verdes da Inglaterra. Segundo a empresa, a tonalidade é ideal para áreas de entretenimento e halls de entrada.

A aposta da Coral pelos rosados: Lugar de Afeto

A Tintas Coral acaba de anunciar sua Cor do Ano para 2024, batizada de “Lugar de Afeto” (foto destaque). Como um neutro rosado, discreto e elegante, a cor foi inspirada pela leveza das nuvens e penas. “Quente e neutra, essa tonalidade é acolhedora e versátil, sem ser muito romântica ou enjoativa. Um toque ideal de suavidade para a casa que combina com diversas paletas e ambientes”, finaliza a arquiteta.

Móveis modulares: versatilidade e estilo

Postado por Júlia Magalhães em 16/nov/2023 -

Nos últimos anos, a tendência dos móveis modulares tem ganhado destaque no mundo do design de interiores. Conhecidos por sua flexibilidade e design inteligente, os móveis modulares oferecem uma solução prática e estilosa para casas modernas. Mas, afinal, o que são móveis modulares e como eles podem transformar seu espaço?

O que são móveis modulares?

Móveis modulares são um conjunto de peças que podem ser montadas de várias maneiras para criar diferentes tipos de móveis. Essa flexibilidade permite que se adaptem a diversos espaços e necessidades, diferenciando-os dos móveis tradicionais, que têm design e função fixos. Os móveis modulares são ideais para quem procura soluções personalizáveis e adaptáveis para o lar.

Os exemplos mais comuns incluem estantes que podem ser reconfiguradas para caber em diferentes cantos da casa, sofás com seções removíveis para ajustar o tamanho e o formato, e armários que podem ser expandidos ou reduzidos conforme a necessidade. Esses móveis são projetados para serem práticos, elegantes e, acima de tudo, funcionais.

Leia mais:
Decoração inteligente: 4 dicas para transformar espaços

Principais benefícios

Adaptabilidade: A grande vantagem é sua capacidade de se adaptar. Eles podem ser rearranjados para atender às mudanças na disposição de um ambiente ou nas necessidades da família.

Economia de espaço: Para espaços pequenos, eles são uma verdadeira benção. Com seu design inteligente, maximizam o uso do espaço disponível.

Estilo personalizado: A possibilidade de personalização permite que cada pessoa crie um ambiente único, que reflete seu estilo pessoal.

Facilidade de transporte e montagem: Esses móveis são mais fáceis de transportar e montar, uma vantagem significativa para quem se muda com frequência.

Como escolher os ideais para sua casa

Ao escolher, considere o espaço disponível, suas necessidades de armazenamento e seu estilo de vida. Pense em como os móveis poderão ser usados no futuro e se eles se encaixam com o restante da sua decoração. É importante também considerar a qualidade e a durabilidade das peças.

Os móveis modulares oferecem uma solução prática, estilosa e adaptável para a decoração de interiores. Com a capacidade de transformar e evoluir com suas necessidades, eles são uma excelente escolha para quem busca funcionalidade e design em um só lugar.

Colchão ideal: 4 dicas para escolher o seu

Postado por Júlia Magalhães em 23/out/2023 -

A escolha de um novo colchão pode ser desafiadora, especialmente com as inúmeras opções no mercado e a crescente tendência de compras on-line. Embora a conveniência tenha aumentado, a decisão de adquirir um modelo pela internet requer que o consumidor tenha conhecimento prévio de fatores cruciais.

A head de e-commerce da BF Colchões – fabricante brasileira tem mais de 55 anos de atuação –, Vanessa Ferraz, destaca que elementos como tamanho, densidade, tipo de conforto e certificações de qualidade são fundamentais para uma escolha informada.

“Não há o colchão perfeito, mas sim o colchão ideal para cada pessoa. A escolha equilibrada deve levar em conta tamanho, densidade e as preferências pessoais, que podem variar de macio a firme. Certificações de qualidade, como o selo do Inmetro, são indispensáveis, mas outros selos, como o do INER, diferenciam produtos em termos de qualidade e durabilidade”, explica Vanessa.

Pensando nisso, confira a head de e-commerce da BF Colchões elencou 4 dicas essenciais. Confira:

Seu colchão ideal

Tamanho: ao começar o processo de compra, é crucial conhecer as dimensões do colchão desejado, seja solteiro, casal, queen ou king. Verificar a compatibilidade com a estrutura da cama e considerar a necessidade de novos jogos de lençol é essencial ao mudar o tamanho do colchão.

Densidade e suporte de peso e altura: a densidade do colchão, representada pela quantidade de espuma por metro cúbico, é um fator vital. Vanessa destaca a relação entre densidade, peso e altura das pessoas que utilizarão o produto. Escolher a densidade correta é crucial para garantir a durabilidade do colchão e evitar deformações.

Tipo de conforto: o conforto do colchão está diretamente ligado ao gosto pessoal. Desde opções macias, ideais para quem prefere a sensação de dormir nas nuvens, até opções intermediárias e firmes, como o Smart Spring, que oferece conforto e sustentação para a coluna.

Certificações: Além do selo do Inmetro, há outras importantes certificações. O selo do INER, por exemplo, desenvolvido pelo Instituto Nacional de Estudos do Repouso. E o selo da Associação Brasileira da Indístria de Colchões – Abicol.

Ao escolher um colchão, considerar esses fatores essenciais não apenas assegura uma boa noite de sono, como também contribui para a durabilidade e qualidade do produto.

Revestimentos para casa repleto de personalidade

Postado por Júlia Magalhães em 03/out/2023 -

Os revestimentos para casa desempenham um papel fundamental na decoração de interiores, uma vez que são capazes de transformar completamente o ambiente e proporcionar personalidade aos espaços. Seja em uma reforma completa ou em pequenas mudanças na decoração, a escolha dos revestimentos certos pode fazer toda a diferença.

Em grandiosos desfiles, a elegância e o glamour destacam as tendências mais cobiçadas tanto pelas celebridades quanto pelo público em geral. Assim como na moda, a casa também serve como uma forma de expressão da personalidade. As cores vibrantes e as estampas oferecidos pela Ceusa – marca da Dexco – refletem essa expressão, surpreendendo ao proporcionar novas oportunidades de explorar o ambiente.

Os revestimentos – inclusive nos móveis – contribuem para a estética geral de um ambiente. Eles podem adicionar cor, textura, padrões e estilo, permitindo que os moradores expressem sua personalidade e gostos pessoais. Além disso, podem ser usados para criar ambientes temáticos ou seguir um determinado estilo de decoração, como o rústico, moderno, clássico, entre outros.

A escolha do tipo de revestimento também afeta a sensação de espaço em um ambiente. Revestimentos claros e espelhados, por exemplo, podem dar a ilusão de que um espaço é maior e mais luminoso do que realmente é. Isso é especialmente útil em cômodos pequenos ou com pouca iluminação natural.

Um exemplo é a coleção Neat (foto destaque), que oferece uma excelente alternativa para aqueles que desejam incorporar a estética do branco em suas casas. O fundo branco e os veios cinzas esfumados característicos do mármore Calacata marcam presença neste produto, que combina perfeitamente elegância e personalidade.

Tendências de revestimentos para casa

Os revestimentos desempenham um papel multifacetado na decoração de uma casa, afetando tanto a estética quanto a funcionalidade dos espaços. Portanto, ao planejar a decoração ou uma reforma, é fundamental dedicar tempo à escolha cuidadosa dos revestimentos que atendam às suas necessidades e reflitam o seu estilo pessoal.

A Semana de Moda em Londres foi tomada pelas tendências ultrarromânticas, tais como filtros cor-de-rosa, brilhos e amores perdidos com elementos entre flores, laços, plumas e babados dominando visuais criativos que elevam essas características românticas em novos contextos.

Neste sentido, a coleção Luster é a escolha perfeita. O resultado é o aspecto patinado do metal, mas com um elemento inédito e surpreendente: a aplicação de uma granilha especial que resulta em pequenos pontos de brilho dispersos por toda a peça, culminando num efeito que se assemelha ao do glitter. A existência de uma peça especial cuja textura traz a sensação de movimento traz ainda mais dinamismo às composições com a base.

Leia mais:
Elementos naturais na decoração: inspirações para sua casa

Coleção Luster, da Ceusa, aplicada em ambiente | Crédito: divulgação

Já Coleção Moulage corresponde a melhor alternativa para quem se encantou com a exuberância e beleza do drapeado no LFW que voltou com tudo. Com uma estampa que remete ao drapeado do tecido, a coleção foi inspirada na moulage, técnica de modelagem que consiste em trabalhar a roupa diretamente no manequim. Aqui, o movimento criado pelas pregas é reforçado pela existência do relevo, um acabamento fora do comum que traze uma dose extra de estilo ao ambiente.

Coleção Moulage, da Ceusa, aplicada em ambiente | Crédito: divulgação

A arquiteta da Ceusa, Francine Nuernberg, destaca que a união entre moda e arquitetura é uma veia da marca. “Trazer o styling para dentro de casa é representar um pouco de si, o que proporciona ambientes naturalmente mais acolhedores. Quem gosta de seguir as tendências no guarda-roupas, consequentemente ama poder ‘vestir a sua casa’”, frisa.

Ambiente corporativo inovador para se inspirar

Postado por Júlia Magalhães em 26/set/2023 -

Quando se pensa em um ambiente corporativo, muitas vezes a imagem que vem à mente é a de uma sala de reuniões tradicional com mesas e cadeiras formais. No entanto, o arquiteto Felippe Comninos, da Vale Arquitetura, enfrentou o desafio de criar um escritório que fosse tudo, menos convencional.

O cliente desejava um espaço de trabalho que fugisse do tradicional, algo único e acolhedor. Para atingir esse objetivo, Comninos mergulhou na criatividade e no design. Assim, transformou um espaço de 33 m² em uma verdadeira obra de arte.

A abordagem escolhida pelo arquiteto foi a do conceito “open plan”, onde todos os ambientes são integrados. Portanto, uma reforma no espaço foi necessária, incluindo a transformação de um dos banheiros em uma copa funcional.

Um dos maiores desafios do arquiteto, certamente foi criar um espaço de reuniões sem a presença de uma mesa de conferências convencional. A solução encontrada foi adotar um conceito mais descontraído e aconchegante, assemelhando-se a uma sala de estar em uma casa, com o intuito de fazer com que os clientes se sentissem confortáveis durante as reuniões.

Ambiente corporativo aconchegante

A fim de transmitir aconchego e o sentimento de estar em casa, foram utilizados tons neutros, deixando os pontos de destaque para o armário, o tapete, e os objetos de decoração.

Móveis com propósito

O sofá em curva foi cuidadosamente selecionado. Desse modo, permite que as pessoas fiquem próximas umas das outras, incentivando a comunicação. “O tapete no lounge é utilizado para aquecer o ambiente e o sofá em curva para deixar as pessoas mais próximas”, destaca.

De acordo com o arquiteto, ao utilizar o sofá curvo, as pessoas ficam levemente viradas umas para as outras, assim como a cadeira com giro, que foi colocada no projeto com esse mesmo propósito. Já a poltrona Shell é fixa, mas é mais despojada, para os clientes “quase deitarem” para uma conversa.

Sofá curvo proporciona maior conexão entre profissional e cliente | Crédito: divulgação

Marcenaria inteligente

A marcenaria desempenhou um papel fundamental no projeto, com portas de armário em laca azul decoradas com o logo do escritório em baixo relevo. A mesa de trabalho, feita de madeira natural, foi produzida por um amigo da cliente e incorpora as cores azul e dourada, que fazem parte da identidade visual do escritório.

Sem mesa de reunião, o projeto desenvolvido pela Vale Arquitetura, trouxe o aconchego de uma sala de estar para o ambiente corporativo
Cor escolhida na marcenaria reforça identidade do escritório | Crédito: divulgação

Iluminação mista

Em relação ao projeto luminotécnico, foi utilizado um misto entre um projeto residencial, para a área do lounge, e um comercial. Na área de trabalho, o profissional optou por luminárias com uma iluminação direta e focal. Já no lounge, modelos difusos e uma iluminação indireta foram a aposta.

Leia mais:
Decoração inteligente: 4 dicas para transformar espaços
8 dicas para criar ambientes multifuncionais
Decoração industrial: como deixar mais caloroso e elegante

Objetos decorativos transmitem personalidade

Cada objeto decorativo no escritório tem um significado especial para a cliente. O resultado é um ambiente que não é apenas um espaço de trabalho, mas também uma narrativa visual que reflete a história e os valores da cliente, mantendo-a sempre conectada à sua família.

Assim, o projeto de Comninos prova que um escritório pode ser muito mais do que apenas um local de trabalho. Pode ser um ambiente que inspira, emociona e conta uma história única.

Decoração inteligente: 4 dicas para transformar espaços

Postado por Júlia Magalhães em 22/set/2023 -

Estilo de vida, momento de compra, fatores sociais e econômicos. Muitos podem ser os motivos para a aquisição de um apartamento com metragem menor ou mais compacto, especialmente nas capitais e grandes centros urbanos. Mas se engana quem acha que em áreas menores não é possível ter conforto para diferentes atividades.

Uma decoração criativa e inteligente pode trazer soluções interessantes e capazes de tornar o dia a dia mais prático e confortável para os moradores, independentemente da metragem do lar. Confira algumas dicas e soluções pensadas pela arquiteta de apartamento decorado da Yticon, construtora do Grupo A.Yoshii, Camila Forbeck.

1. E se a caixa do ar-condicionado virar uma bancada para a horta?

Nas cidades mais quentes, o ar-condicionado é considerado um item quase essencial. Já nas localidades mais frias é usado como auxílio para aquecer os ambientes. No entanto, nem sempre é fácil incorporar o aparelho na decoração. Na varanda do apartamento decorado do empreendimento Cosmopolitan, em Maringá (PR), a solução foi criar uma estrutura vazada, formando um L, que sustenta uma bancada acima da máquina do ar. Essa estrutura se transforma em um apoio para uma pequena horta, com a possibilidade de outros usos na varanda.

Leia mais:
8 dicas para criar ambientes multifuncionais

2. Mesa multifuncional é a forma criativa para gelar bebidas

Na mesma varanda, a mesa mais alta foi projetada para receber amigos ou confraternizações familiares de maneira mais criativa, prática e sem deixar as bebidas esquentarem. Assim, a solução foi incorporar o balde de gelo na estrutura de apoio da mesa. “A varanda é um local descontraído para encontros e comemorações, por isso o foco precisa ser na praticidade e na funcionalidade, incorporando elementos mais decorativos que expressem a personalidade dos moradores no espaço”, afirma a arquiteta.

Créditos: divulgação/Yticon

3. Mesa do home office esconde bagunça e compõe decoração da sala: é só fechar!!

Trabalhar em casa é uma realidade para muitas pessoas. Contudo, quando não há um cômodo específico para essa atividade, a solução é pensar em alternativas que sejam úteis e que integrem a composição do ambiente com mais de uma funcionalidade. Neste caso, a aposta da arquiteta foi uma mesa retrátil embutida na marcenaria da parede.

Assim, basta abaixar a porta para começar a trabalhar e, no fim do expediente, é só fechar para esconder a “bagunça” de um dia de trabalho e transformar o ambiente. “Essa funcionalidade auxilia na organização do espaço e no equilíbrio entre vida pessoal e profissional, mesmo quando essas áreas ocupam o mesmo espaço”, finaliza a arquiteta.

Créditos: divulgação/Yticon

4. Painel para televisão divide os ambientes com sutileza e charme

Os espaços mais abertos e integrados são uma tendência nos projetos de apartamentos de todas as metragens. No entanto, muitas vezes é preciso encontrar soluções criativas para criar a divisão de áreas específicas sem perder a essência do projeto.

Nesse projeto da arquiteta Camila, a divisão entre a sala e a área que pode ser usada como home office foi feita de maneira criativa com o painel de televisão. A estrutura vazada dialoga com os demais materiais da decoração e transmite uma sensação de divisão sem comprometer o conceito mais contemporâneo dos ambientes integrados.